Estudos 2  

A PROVIDÊNCIA INVISÍVEL DE DEUS.

"Ester, filha de Abiail, tio de Mardoqueu, que a tinha adotado como filha......Ester causava boa impressão a todos que a viam." Ester 1:15

Deus trabalha mesmo quando aparentemente nada enxergamos, e pode parecer distante, mas Ele é sempre invencível. Embora o nome de Deus não ocorra no livro, Ele se acha presente em cada cena e no decorrer de cada evento, é visível a ação de Deus direcionando tudo para provar que Ele é o Senhor soberano do seu povo.

A operação invisível de Deus na história é percebida na sua atuação por meio de sete pessoas, a fim de executar a sua vontade. Estas cinco pessoas são:

1. Assuero O rei que encontramos nos primeiros versículos (vv. 1:1-3). Não havia homem com maior poder na terra naquela época do que o rei.

2. Vasti A rainha, é uma mulher de forte personalidade, que não temia opor-se às vontades do rei, seu marido (v. 9). A sua força de caráter, foi na verdade o pivô do conflito.

3. Hamã Um oficial rico e influente na corte do rei. Ele era o 2º homem mais influente no reino.

4. Bigtã e Teres Seus nomes soam como uma dupla de criminosos e de fato são (2:21). Tramaram um atentado contra o rei Assuero.

5. Mordecai Um judeu que vivia na Pérsia onde Judá fora levado cativo pelos babilônios (2:5,6). Homem piedoso, seu papel mais significativo foi o seu relacionamento com a Ester, o personagem principal do livro que leva o seu nome (2:7).

6. Ester A bela mulher por dentro e por fora. Ester é um nome persa que significa “Estrela”.

A mão invisível de Deus estava trabalhando, providenciando o meio de salvação, usando como instrumento, um pobre judeu deportado, no poderoso império persa, onde Assuero reinava soberano e cruel e o cobiçoso Hamã tramava as suas perversas fraudes.

Aprendemos lições inesquecíveis com o livro de Ester. Vemos aqui uma menina desolada e órfã, mas que se tornou o instrumento para a sobrevivência do seu povo. Deus, e só Deus pode fazer coisas assim. Ele, de fato, as faz operando silenciosa e invisivelmente por trás dos eventos da história.
Pr. Cacuto

voltar ao índice